Metodologia LILACS

De Wiki.bireme.org/pt
Revisão de 18h08min de 24 de agosto de 2011 por Sueli.suga (Discussão | contribs) (Criou página com 'A Metodologia LILACS foi projetada com o fim de produzir de forma descentralizada um índice referencial da literatura da área de Ciências da Saúde publicados por autores ...')

(dif) ← Edição anterior | Revisão atual (dif) | Versão posterior → (dif)
Ir para: navegação, pesquisa

A Metodologia LILACS foi projetada com o fim de produzir de forma descentralizada um índice referencial da literatura da área de Ciências da Saúde publicados por autores da América Latina e Caribe dentro dessa Região e, em função de seu contexto de produção, vê-se claramente em seu desenho a ênfase ao:

  • Conteúdo em detrimento da forma;
  • Acesso ao documento, seja por link ou fotocópia;
  • Afiliação institucional e país dos autores do documento com vistas a criação de bibliometria;
  • Descrição documental no nível de analíticas do documento;
  • Controles de consistência de dados;
  • Produção descentralizada, em função da constituição da rede de centros cooperantes.


Considerando essas características, a constituição da Metodologia adotou como padrões e normas:

  • UNISIST (United Nations International Scientific Information System) - é essencialmente um modelo para disseminar informação, um modelo de comunicação de um sistema social, consiste de produtores, intermediários e usuários de conhecimento [veja também], [[1]] e [[2]];
  • AARC2;
  • DeCS (versão em português e espanhol do MeSH com a inclusão das categorias Saúde Pública, Vigilância Sanitária, Ciência e Saúde e Homeopatia);
  • e posteriormente, ampliação dos tipos de documentos abrangidos como aceitos pela Metodologia LILACS segundo o formato MARC.

Torna-se importante o destaque do contexto de produção de uma base, norma, etc é importante visto que ele define os motivos das escolhas de padrões e normas adotadas.

Uma base projetada como catálogo de uma biblioteca tem basicamente as funções de:

  • Descrição bibliográfica visando descrição física;
  • Indicação de pontos de acesso (cabeçalhos de assunto);
  • Dados de localização da obra.

Desenvolvimento, atualização e manutenção da Metodologia LILACS

Até o presente a Metodologia LILACS vem sendo desenvolvida, mantida e atualizada por seu corpo técnico de especialistas que envolvem bibliotecários e analistas de sistemas e em seu aspecto específico, foi constituido em 1999 o Comitê de Avaliação e Seleção de Periódicos LILACS Brasil, que dentre outras atividades, atua com a revisão dos Critérios de Avaliação e Permanência de Periódicos LILACS e trabalha em documentos e recomendações quanto ao conteúdo científico e acessibilidade ao texto completo.

As atualizações e revisões da Metodologia foram realizadas em momentos como:

Mudancas.jpg

Dada a complexidade do momento atual na qual se verifica a constante mudança de cenário tanto no meio científico como também uma mudança social e cultural que incentiva e busca a interação e cooperação, os usuários finais de sistemas e redes científicas estão cada vez mais pró-ativos, conscientes e demandando sempre novos desenvolvimentos.

Nesse sentido e com base na cooperação científica e técnica que permeia toda ação da Rede, o desenvolvimento, atualização e manutenção da Metodologia LILACS será realizada de forma colaborativa. Veja instruções sobre o que e como solicitar alterações, atualizações, tirar dúvidas e sugerir inclusões: Guia para colaboração com a Metodologia LILACS

Normas, formatos, metodologias adotadas mundialmente e que impactam na LILACS

Nesse item iniciaremos o estudo de normas, formatos, padrões, metodologias, etc., que impactam na Metodologia LILACS.

Dublin Core