Mudanças entre as edições de "Categoria:Recursos Educacionais Abertos"

De Wiki.bireme.org/pt
Ir para: navegação, pesquisa
(Avaliando a qualidade de um REA)
(Avaliando a qualidade de um REA)
Linha 81: Linha 81:
  
  
 
+
    OBS:"Cada país é responsável pela concepção, adaptação e aplicação de um guia de avaliação ou instrumento, que pode basear-se no instrumento de avaliação de objetos de aprendizagem (LORI)"
  
  
 
FONTE: [http://bit.ly/politica-general-red-rea-2014 Política General de la Red REA CVSP/BVS]
 
FONTE: [http://bit.ly/politica-general-red-rea-2014 Política General de la Red REA CVSP/BVS]

Edição das 11h16min de 29 de dezembro de 2016

REA - Recursos Educacionais Abertos no âmbito da Estratégia de Saúde Universal

  1.A Rede REA

A Rede REA é uma iniciativa da Organização Panamericana de Saúde (OPAS), em cooperação com Centro Especializado da BIREME/ OPAS/OMS, e uma parte integrante do Campus Virtual de Saúde Pública (CVSP) e na Biblioteca Virtual em Saúde (BVS ).

   1.1.Objetivo

Permitir a produção, edição, encontrar e utilizar objetos de aprendizagem no âmbito da região das Américas.

   1.2.Contextualização do REA

Segundo o documento da Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), o termo recursos educacionais abertos (REA) foi utilizado pela primeira vez em 2002 na conferência organizada pela UNESCO.

A UNESCO define que REA são:

            “Materiais de ensino, aprendizagem e investigação em quaisquer suportes, digitais ou outros, que se situem no domínio público ou que tenham sido divulgados sob licença aberta que permite acesso, uso, adaptação e redistribuição gratuitos por terceiros, mediante nenhuma restrição ou poucas restrições.” (UNESCO, 2012)

O conceito de "Recursos Educacionais Abertos" é muito mais amplo

Com o tempo o termo refere-se não somente ao conteúdo, mas também à formação, o software de gestão, as ferramentas de desenvolvimento de conteúdo, as normas e as licenças para publicar recursos digitais, que permitem aos usuários, adaptar os recurso de acordo com os requisitos culturais, curriculares e pedagógicos.

  • Conteúdos de Aprendizagem: cursos completos, material para cursos, módulos de conteúdo, objetos de aprendizagem, coleções, revistas e artigos acadêmicos, vídeos.
  • Ferramentas: software que permite a criação, desenvolvimento e organização desse conteúdo.
  • Recursos de implementação: licenças de propriedade intelectual que promovam a disseminação de conteúdo aberto.

Para William e Flora Hewlett Foundation, os REA incluem “cursos completos, materiais para cursos, módulos, livros texto, transmissão de vídeos, testes, software e qualquer outra ferramenta, materiais ou técnicas utilizadas para apoiar o acesso ao conhecimento.”

Para a Rede REA CVSP / BVS, estes conceitos são o marco referencial para una definição REA. Acrescenta-se a esse referencial que todo REA deve ter un objetivo de aprendizagem definido.

Como construir um REA

  1.Vamos conhecer os Critérios que ajudarão na identificação de um REA para inclusão no CVSP
  • 1.Estar de acordo com os objetivos CVSP;
  • 2.Estar adequado para um contexto de aprendizagem educativa;
  • 3.Apresenta explicitamente seus objetivos educacionais;
  • 4.É reutilizável: se pode facilmente contextualizar em função de uma necessidade específica do processo de autoaprendizagem e é adaptável às necessidades de um determinado curso, unidade temática ou de carreira;
  • 5.É flexível: se pode facilmente modificar e atualizar;
  • 6.É acessível e interoperável: independente das tecnologias utilizadas e dos (plataforma) sistemas operacionais;
  • 7.Utiliza licenças abertas.

Fluxo de Produção

  2.Por onde começar?

A instituição, indivíduos ou organização que fazem parte da Rede REA deve desenvolver e manter e fazer a gestão de seus próprios REA e inseri-los no repositório do respectivo pais de autoria.

O Fluxo de produção passa pelo seguintes atores:

  • Administrador do repositório: deve ser responsável pelos aspectos tecnológicos do repositório, apoio técnico, design geral do repositório, funções de gestão e permissões, e definindo as propriedades dos campos de metadados.
  • Bibliotecário ou equipe multidisciplinar: deve revisar o conteúdo e recursos educativos que pretende publicar no repositório.
  • As pessoas que contribuem conteúdo: dependendo dos usuários que são autorizados, cada um deve ser capaz de sugerir ou propiciar recursos educacionais e documentar a descrição bibliográfica de recursos.
  • Usuários: Eles podem ter a opção de comentar ou avaliar os recursos, o que ajuda a avaliar a qualidade, relevância e utilidade deles.


Avaliando a qualidade de um REA

Instrumento ou critérios que podem ajudar na avaliação de qualidade de um REA (José Vladimir Burgos Aguilar (2011))

  • I. Conteúdo de Qualidade

O recurso apresenta a informação objetiva, com uma formulação equilibrada de ideias, e um nível adequado de detalhes na descrição do problema que aborda.

  • II. Motivação

O recurso tem a capacidade de motivar e gerar interesse no tema apresentado.

  • III.Concepção e apresentação de design de informação

Promove o processamento adequado de informações, seja na representação gráfico, texto ou audiovisual. A estrutura organizacional da informação promove a identificação eficaz dos elementos presentes no recurso; o texto pode ser lido e escrito claramente.

  • IV. Usabilidade

Refere-se à facilidade de navegação dos conteúdos apresentados no recurso, que reflete uma interface (intuitiva) preditivo do usuário e a qualidade dos recursos de ajuda presentes no recurso.

  • V. Acessibilidade

O projeto de instrucional e apresentação de informação são adaptados para pessoas com necessidades ou capacidades especiais. Refere-se também a flexibilidade de acesso a recursos de dispositivos móveis ou outro dispositivo móvel e pessoal.

  • VI. Valor Educacional

O recurso é útil para gerar aprendizagem sobre o assunto que aborda, apresenta informação clara e precisa, incluindo exemplos ou demonstrações de uso do recurso para uso no ensino

  • VII. Avaliação global

A avaliação global do recurso representa a percepção de utilidade em um contexto educacional, de modo que a avaliação representa uma apreciação do seu potencial uso para fins educacionais.


    OBS:"Cada país é responsável pela concepção, adaptação e aplicação de um guia de avaliação ou instrumento, que pode basear-se no instrumento de avaliação de objetos de aprendizagem (LORI)"


FONTE: Política General de la Red REA CVSP/BVS

Páginas na categoria "Recursos Educacionais Abertos"

Esta categoria contém apenas a seguinte página.