Validação dos dados Migrados

De Wiki.bireme.org/pt
Ir para: navegação, pesquisa

Objetivo desta página

Informar que tipo de informação é migrada, como se encontra organizada e como deve-se proceder para publicar cada tipo de conteúdo.

Premissas e escopos

Para que a migração seja efetiva, assume-se que o conteúdo do site da instância de BVS-Site tenha sido paralisado temporariamente para entrada de dados. Neste conteúdo incluem-se todos os arquivos de dados (XML, HTML etc), bem como imagens e documentos (PDFs, DOCs, XLSs).

Toda migração de dados de BVS-Site para plugin BVS para Wordpress será feita na aplicação instalada em modo multi-site. Neste modo, somente o plugin BVS será ativado uma vez que:

  • o site principal - na raíz do domínio - conterá os dados de migração do idioma default da BVS;
  • sites adicionais poderão ser criados como subdiretórios;
  • traduções pareadas com conteúdos do site principal utilizam a norma ISO 639 de abreviação nos idiomas necessários e disponibilizadas em subdiretórios com estas abreviaturas:
    • ex.: es para Espanhol, en para Inglês, pt para Português.

NOTA: esta convenção poderá ser revisada a critério do cliente, passando a vigorar a nova convenção a partir da data de sua publicação.

Para migração de dados assume-se os seguintes dados:

  • tipo de item (collection, about etc);
  • título do item;
  • link do item;
  • todo conteúdo de itens em formato XHTML (texto formatado) seja no campo de descrição, seja no campo de página de portal.

Os itens de tipo collection, about e community são migrados de acordo com os critérios abaixo:

  • se o item estiver disponível será convertido para um item Coleção BVS no WordPress com status draft (rascunho);
  • se o item estiver indisponível será convertido para um item Coleção BVS no WordPress com status trash (lixo).

O item do tipo highlights também é migrado se estiver disponível, porém sem título e contendo apenas o link para o item em destaque.

Os itens do tipo RSS e HTML não serão migrados, sendo que o tipo RSS passa a ser um widget nativo do WordPress, e portanto deve ser preenchido e parametrizado pelo usuário durante a fase de reestruturação de dados.

Nenhuma imagem pode ser contemplada pelo script de migração pois:

  • imagens são registradas no banco de dados do WordPress durante o processo de upload do próprio software;
  • o arquivo XML utilizado como container dos dados da BVS não permite conteúdo binário.

Desta maneira, e por decisão da área de infra-estrutura, todas as imagens e documentos (PDFs, DOCs, PPTs etc) previamente carregados na BVS com o File Manager do BVS-Site deverão ser transferidos manualmente a partir do site de teste, salvando primeiramente o arquivo ou imagem para o micro local e fazendo upload através do WordPress.

Procedimento manual de conversão

Migração manual de conteúdos textuais no Wordpress

Operação

Após a incorporação dos dados migrados da instância, o site ficará à disposição do cliente para verificação, correções e publicação.

Sem a publicação dos itens e definição dos widgets de coleção ou temas a informação de layout não será visível pois depende de conteúdo publicado para ser mostrado.

O usuário cliente receberá a URL do site migrado bem como informação de usuário e senha para acesso como administrador. Oportunamente, o administrador poderá definir novos usuários e permissões de acesso e manipulação dos dados e dos processos de produção e publicação.

Os sites migrados, como já definido anteriormente, terão o site principal no idioma padrão da referida BVS e as traduções em subdiretórios conforme a necessidade.

Através da opção Meus Sites o usuário poderá acessar cada site de acordo com idioma utilizado.

Cada site terá apenas um item Coleção BVS onde se encontrarão todos os posts relativos à BVS migrada, sendo:

  • em Rascunhos, todos os itens que tinham status disponível;
  • em Lixos, todos os itens que tinham status indisponível.

Em Rascunhos, cada grupo de informação (1º nível) foi migrado com seu conteúdo endentado para facilitar a identificação durante a revisão e publicação. Entretanto, somente após a publicação do item mãe os subitens poderão ser publicados com a informação de hierarquia correta.

Cada item deve ser revisado quanto ao seu:

  • título;
  • descrição - que conterá o conteúdo migrado dos campos descrição e página de portal agrupado;
  • link para uma página externa - com opção de abrir em janela separada ou não;
  • na parte de atributos a definição de item mãe e a ordem do item dentro daquela hierarquia.

Também é possível associar em Imagem destacada um ícone ou imagem para ser mostrado junto com o título do item. Isso resolve a necessidade de uma área customizada de temas. A imagem associada pode ser carregada durante a revisão ou selecionada na biblioteca de mídia se já houver sido carregada anteriormente.

Em Lixos, os conteúdos não poderão ser visualizados até que sejam restaurados quando então serão incorporados aos items de Rascunhos.

Mesmo após a publicação dos posts, os mesmos somente poderão ser visualizados após incluir através do menu Aparência, submenu Widgets a Coleção BVS (ou outro widget desejado) na coluna correspondente. Os temas que contém imagem associada ao texto podem ser publicados como o widget Temas BVS.

Os itens RSS não migrados deverão ser incluídos manualmente como widget RSS e posicionados na coluna desejada. Também deverão ser carregados manualmente para a biblioteca de mídia as imagens e documentos previamente carregados através do File Manager no BVS-Site.

Para informação de operação do Wordpress sugerimos ler as páginas abaixo. Entretanto, salientamos que certos campos ou funcionalidades podem não se aplicar aos tipos Coleção BVS e Temas BVS .

Wordpress Codex PT-BR: