Migrando de SO LILDBI-Web

De Wiki.bireme.org/pt
Ir para: navegação, pesquisa

Orientação de migração de sistema operacional para LILDBI.

Introdução

Este documento tem o objetivo de esclarecer os processos necessários para realizar a migração do LILDBI-Web de ambiente com sistema operacional Windows para um ambiente de sistema operacional Linux ou vice-versa.

Mais informações sobre as diferenças entre as plataformas Windows e Linux, e informações sobre bases de dados ISIS e utilitários CISIS, podem ser encontradas no endereço abaixo, no site da BIREME:

http://bvsmodelo.bvsalud.org/download/cisis/CISIS-ConceitosBasicos-pt.pdf

No processo de migração nos atentaremos a:

• Base de dados dos registros já certificados; • Base(s) de dados dos registros que ainda não foram certificados; • Base de dados de usuários; • Arquivos de texto completo que foram carregados pelo sistema e estão atrelados aos registros.

Importante: É necessário, antes de fazer a migração dos dados de um ambiente para outro, atestar que o sistema esteja funcionando corretamente e que as versões de LILDBI-Web sejam iguais no ambiente atual e no novo ambiente.


Preparando para começar

Antes de começar a migração em si, vamos instalar o LILDBI-Web no novo ambiente, testá-lo e deixá-lo pronto para receber os dados do ambiente antigo. Para isto, faça o download do sistema no site da BIREME com seu login e senha e siga as orientações de instalação do pacote.

Nota: Esteja atento para não baixar o pacote destinado ao sistema operacional errado.

Agora temos que fazer download dos aplicativos necessários para realizar a migração. No link abaixo, faça download do pacote de utilitários CISIS. Clique no link de seu sistema operacional em “Chaves grandes (16/60)”.

http://bvsmodelo.bvsalud.org/php/level.php?lang=pt&component=28&item=1

Descompacte o pacote em um diretório de fácil acesso por linha de comando ou adicione seu caminho ao PATH do sistema.


Primeiro passo

Vamos começar a migração. Em seu ambiente atual, onde estão os dados, abra um terminal de linha de comando. Pode ser o PROMPT do Windows ou qualquer terminal Linux.

Nota: As imagens são de um exemplo de migração Windows para Linux.

Imagem1.JPG


Vamos começar com a base de dados certificada. Faremos sua conversão para o novo ambiente. Dentro de sua instalação de LILDBI-Web, vá até a pasta “lilacs” e veja que nesta pasta estão os arquivos que representam a base de dados certificada. O nome desta base é LILACS. Veja no exemplo abaixo:

Nota: É importante deixar claro que a estrutura dos diretórios dentro da instalação do LILDBI-Web é a mesma em todos os sistemas operacionais.

Migra so imagem2.JPG

Utilizaremos o utilitário CRUNCHMF, presente no pacote baixado anteriormente, para converter a base. A sintaxe fica assim:

Para Windows:


D:\isis1660\crunchmf.exe LILACS LILACS_linux target=linux tell=1000


Para Linux:


../isis1660/crunchmf LILACS LILACS_win target=pc tell=1000


Depois disto serão criados arquivos novos, eles são nossa base convertida. Seja:


Migra so imagem3.JPG

Vamos repetir este processo para todas as bases de dados não certificadas, vale lembrar que cada usuário do sistema tem uma base de registros não certificados. Dentro da instalação do LILDBI-Web, vá para pasta “LILACS” dentro de “DBNOTCERTIF”.

Veja que nesta pasta estão os arquivos das bases de cada usuário. Nestas bases ficam os registros que ainda não foram certificados.

Migra so imagem4.JPG

Repita o comando anterior para cada base:

Para Windows:


D:\isis1660\crunchmf.exe rafa rafa_linux target=linux tell=1000	


Para Linux:


../isis1660/crunchmf rafa rafa_win target=pc tell=1000	


Veja os novos arquivos:

Migra so imagem5.JPG

Com isso, garantimos que os dados ainda não certificados não se percam.

Agora, vamos converter a base de usuários, assim os usuários do sistema poderão acessá-lo com o mesmo login e senha. Em sua instalação vá até a pasta “user” como na figura abaixo:

Migra so imagem6.JPG

Utilize o mesmo modelo de comando para converter a base de usuários:

Para Windows:


D:\isis1660\crunchmf.exe users users_linux target=linux tell=1000


Para Linux:


../isis1660/crunchmf users users_win target=pc tell=1000


Vejam os novos arquivos:


Migra so imagem7.JPG


Por último, vamos converter a base que registra os arquivos que foram enviados ao servidor pelo sistema. Para isso vá até a pasta “docsonline” como na figura abaixo:

Migra so imagem8.JPG

Mais uma vez repita o comando para esta base:

Para Windows:


D:\isis1660\crunchmf.exe upload upload_linux target=linux tell=1000


Para Linux:


../isis1660/crunchmf upload upload_win target=pc tell=1000	


Veja os arquivos novos:


Migra so imagem9.JPG


Segundo passo

Já que convertemos todas as bases e temos os arquivos disponíveis para o novo ambiente, vamos agora transferi-los e arrumar tudo para que o sistema passe a funcionar no novo ambiente.

Nota: Vamos precisar dos aplicativos CISIS no novo ambiente também.

Transfira os arquivos que foram criados, aqueles que contem “_linux” no nome, para o mesmo local no novo ambiente. Exemplo:

De:


Bases\lildbi\dbcertif\lilacs\lilacs_linux


Para:


bases/lildbi/dbcertif/lilacs/LILACS


e etc....

Nota: Quando copiar os arquivos criados para o novo ambiente, retire o “_linux” ou “_win” e substitua os arquivos já existentes nos diretórios. Agora, os dados de usuários, documentos de texto completo, registros certificados e não certificados estão no novo ambiente. Precisamos então recriar os arquivos invertidos que são responsáveis pela recuperação em buscas e alterar os caminhos que ficam registrados.

Nota: É importante ter permissões de escrita para realizar estas operações. Vale lembrar que a estrutura de diretórios do LILDBI-Web é o mesmo independentemente do sistema operacional. No novo ambiente vá até o diretório de registros certificados e aplique o seguinte comando:

Para Windows:


D:\isis1660\mx LILACS fst=@LILACS.fst actab=..\..\comum\ansiac.tab uctab=..\..\comum\ansiuc.tab fullinv=LILACS -all now


Para Linux:


../isis1660/mx LILACS fst=@LILACS.fst actab=../../comum/ansiac.tab uctab=../../comum/ansiuc.tab fullinv=LILACS -all now


Veja o exemplo abaixo:



Migra so imagem10.JPG


Repita este modelo de comando com as bases não certificadas:

Para Windows:


D:\isis1660\mx rafa fst=@..\..\dbcertif\lilacs\LILACS.fst actab=..\..\comum\ansiac.tab uctab=..\..\comum\ansiuc.tab fullinv=LILACS -all now


Para Linux:


../isis1660/mx rafa fst=@ ../../dbcertif/lilacs/LILACS.fst actab=../../comum/ansiac.tab uctab=../../comum/ansiuc.tab fullinv=rafa -all now


Veja exemplo:

Migra so imagem11.JPG

Para as bases de upload de documentos e de usuário o comando é mais simples, mas temos outro procedimento a fazer antes de inverter a base. Temos que alterar os caminhos que ficam gravados nestas bases. Vá ate a base de usuários e adapte este exemplo de comando para sua realidade:


mx1660 seq=con create=gizmoPath [pressione Enter]
/bvs/bvs-site/|/home/aplicacoes/bvs-site/ [pressione Enter]


Ao pressionar o Enter pela segunda vez haverá uma saída no terminal:


mfn=     1
  1  "/bvs/bvs-site/"
  2  "/home/aplicacoes/bvs-site/"
..x [é necessário digitar “x” e pressionar Enter]

Este comando cria uma base que indica uma substituição de “/bvs/bvs-site/” para “/home/aplicações/bvs-site/”. Isto é necessário porque meu exemplo estava instalado dentro da pasta indicada no primeiro caminho e agora a nova instancia fica no segundo caminho. Siga este exemplo para sua instalação:

Migra so imagem12.JPG

Vamos aplicar a alteração e verificar se fizemos tudo certo. Execute o comando abaixo:

mx1660 users gizmo=gizmoPath copy=users -all now

Este comando aplica a alteração de caminho contida nos arquivos que criamos, gizmoPath. É importante ficar atento para não aplicar a mudança errada. Veja o exemplo:


Migra so imagem13.JPG

Migra so imagem14.JPG

Nossa alteração foi bem sucedida, pois o caminho formado existe no computador. Podemos agora inverter a base para finalizar os procedimentos com ela.

Para a base de usuários:

Para Windows:


D:\isis1660\mx users fst=@users.fst fullinv/ansi=users -all now


Para Linux:


../isis1660/mx users fst=@users.fst fullinv/ansi=users -all now


Para a base de upload, podemos aproveitar o arquivo criado, gizmoPath, pois a situação é a mesma. Veja como esta a base upload:

Migra so imagem15.JPG

O campo 821 esta com o caminho da instalação antiga, temos que alterá-lo para o caminho da nova instalação. Veja que assim como a base de usuários, apenas o começo do caminho esta errado, pois a estrutura do sistema se mantém o mesmo em ambos os ambientes.

Vamos copiar o arquivo de alteração para este diretório e aplicar a mudança.

Migra so imagem16.JPG

Agora sim podemos inverter esta base. Segue o comando:

Para Windows:


D:\isis1660\mx upload fst=@upload.fst fullinv/ansi=upload -all now


Para Linux:


../isis1660/ mx upload fst=@upload.fst fullinv/ansi=upload -all now


Nota: É muito importante que o usuário do webserver tenha permissão de escrita em todas as bases.

Terceiro e último passo

Agora que temos todas as bases devidamente migradas no novo ambiente, precisamos copiar os diretórios que contêm os documentos que sofreram upload pelo sistema. Para isso temos que copiar a estrutura de diretórios em :

[diretório de sua instalação]/htdocs/lildbi/docsonline/[pastas numeradas] Seja a ilustração:

Migra so imagem17.JPG

Devemos copiar todas as pastas numeradas e seu conteúdo para dentro de “docsonline” no novo ambiente.

Se, após os procedimentos, o sistema apresentar problemas, entre em contato com nossa comunidade de Suporte Técnico de produtos desenvolvidos pela BIREME:

reddes.bvs-tech@listas.bireme.br