Metodologia LILACS

De Wiki.bireme.org/pt
Ir para: navegação, pesquisa

Esta página en español | This page in English



A Metodologia LILACS foi projetada com o fim de produzir de forma descentralizada um índice referencial da literatura da área de Ciências da Saúde publicados por autores da América Latina e Caribe dentro dessa Região e, em função de seu contexto de produção, vê-se claramente em seu desenho a ênfase ao:

  • Conteúdo em detrimento da forma;
  • Acesso ao documento, seja por link ou fotocópia;
  • Afiliação institucional e país dos autores do documento com vistas a criação de bibliometria;
  • Descrição documental no nível de analíticas do documento;
  • Controles de consistência de dados;
  • Produção descentralizada, em função da constituição da rede de centros cooperantes.


Considerando essas características, a constituição da Metodologia adotou como padrões e normas:

  • UNISIST (United Nations International Scientific Information System) - é essencialmente um modelo para disseminar informação, um modelo de comunicação de um sistema social, consiste de produtores, intermediários e usuários de conhecimento [veja também], [[1]] e [[2]];
  • AARC2;
  • DeCS (versão em português e espanhol do MeSH com a inclusão das categorias Saúde Pública, Vigilância Sanitária, Ciência e Saúde e Homeopatia);
  • e posteriormente, MARC Lite, para ampliação dos tipos de documentos e suportes informacionais abrangidos como aceitos pela Metodologia LILACS.
  • Nesse momento a LILACS está em análise de modo a permitir a interoperabilidade entre diferentes formatos e normas, e para realização de harvesting de dados em repositórios e plataformas que possuam o OAI/PMH. Para isso vários estudos de compatibilização com Dublin Core estão sendo realizados.

Documentos da Metodologia LILACS

Guias e manuais

Guia de seleção de documentos para LILACS

Este Guia contém critérios para a seleção dos documentos que farão parte da base de dados LILACS, uma das Fontes de Informação da BVS (Biblioteca Virtual em Saúde). É composto de duas seções principais: cobertura da base de dados e critérios de seleção por tipo de literatura, além de dois apêndices. A primeira seção corresponde às definições da cobertura temática, cronológica, geográfica e idiomática da base de dados LILACS. A segunda seção corresponde ao critério específico de seleção por tipo de literatura, como publicações períodicas, livros, teses, dissertações e outros. Nos apêndices encontra-se uma lista contendo as principais categorias do DeCS e os Critérios de Seleção de Periódicos para a Base de Dados LILACS.

Critérios de seleção e permanência de periódicos LILACS

Documento torna público critérios gerais adotados para seleção e permanência de periódicos LILACS e de aplicação no âmbito regional (AL &C). Em consonância com ICMJE - International Committee of Medical Journal Editors.

Recomendação sobre Acesso Aberto e conteúdo online na LILACS

Recomenda a editores dos periódicos indexados na LILACS que a partir de primeiro de janeiro de 2013, todos os periódicos nesta base publicados a partir dessa data deverão disponibilizar o texto completo do conteúdo integral do periódico em formato eletrônico em acesso aberto. Comitê de Avaliação e Seleção de Periódicos LILACS Brasil aderiu à recomendação.

Manual de Descrição Bibliográfica

Orienta o preenchimento dos campos de dados definidos no formato LILACS. Descreve cada campo de dados e apresenta exemplos de preenchimento. A padronização dos elementos de dados segue normas internacionais de tratamento de informação bibliográfica como AARC2, ISBD, UNISIST Reference Manual, MARC Lite e ISO.

Documentos de apoio técnico-metodológico

Manual de Indexação de documentos

Descreve os procedimentos que deverão ser seguidos para a análise do conteúdo de documentos a serem incorporados na base de dados LILACS. Baseado no manual de indexação para MEDLINE.

Manual de procedimentos do LILDBI-Web

Orienta realização de tarefas de alimentação, manutenção e controle de qualidade de bases de dados bibliográficas que seguem a metodologia LILACS por meio do LILDBI-Web.

Notas técnicas

Atualiza os manuais e aplicativos por meio de notas pontuais sobre novas funcionalidades dos sistemas, fluxos de trabalho e mudanças metodológicas.

Dicionário de dados do modelo LILACS (em Espanhol)

Orienta analistas de sistemas acerca de estrutura de diretórios e a estrutura de campos das bases de dados da metodologia LILACS e o sistema LILDBI-Web.

Sistemas, aplicativos e pluggins

LILDBI-Web

Utilizado para a administração de bases de acordo com a Metodologia LILACS. Permite entrada, manutenção, controle de qualidade, armazenamento e recuperação de dados em bases de dados bibliográficas de forma descentralizada.

LILACS-Express Editor

Sistema que inclui os dados mínimos de periódicos que não são indexados em SciELO e que não adotam sua metodologia.

LILACS Submission

É um sistema de apoio à cooperação técnica aos produtos e serviços oferecidos pela BIREME. Em fase inicial, contempla o envio de arquivos no formato ISO 2709 para inclusão na base de dados LILACS e acompanhamento do status de processamento dos lotes de registros.

SeCS

Catálogo de revistas científicas produzido de forma cooperativa pelas instituições que integram a Biblioteca Virtual em Saúde. Registra dados bibliográficos de revistas científicas da área de ciências da saúde indexadas nas base de dados LILACS e MEDLINE, e as respectivas coleções das bibliotecas cooperantes da BVS.

Controle de Autoridades

Vocabulário controlado DeCS - Descritores em Ciências da Saúde

Vocabulário controlado, estruturado e trilíngue na área da saúde. Tradução do MeSH (Medical Subject Headings) acrescido de 4 categorias específicas da região. Usado para indexação e recuperação da literatura científica e técnica nas bases de dados LILACS e outras.

Tabelas auxiliares Centros Cooperantes, Países e Títulos de Periódicos

Arquivos de atualização do LILDBI-Web para controle dos campos de código do Centro Cooperante, País, Título de periódicos LILACS e Descritores DeCS.

Tabela atualizada anualmente logo após o lançamento da tradução do DeCS.

Desenvolvimento, atualização e manutenção da Metodologia LILACS

A Metodologia LILACS vem sendo desenvolvida, mantida e atualizada por seu corpo técnico de especialistas que envolvem bibliotecários e analistas de sistemas e em seu aspecto específico, foi constituido em 1999 o Comitê de Avaliação e Seleção de Periódicos LILACS Brasil, que dentre outras atividades, atua com a revisão dos Critérios de Avaliação e Permanência de Periódicos LILACS e trabalha em documentos e recomendações quanto ao conteúdo científico e acessibilidade ao texto completo.

As atualizações e revisões da Metodologia foram realizadas em momentos como:

Mudancas.jpg

Dada a complexidade do momento atual na qual se verifica a constante mudança de cenário tanto no meio científico como também uma mudança social e cultural que incentiva e busca a interação e cooperação, os usuários finais de sistemas e redes científicas estão cada vez mais pró-ativos, conscientes e demandando sempre novos desenvolvimentos.

Nesse sentido e com base na cooperação científica e técnica que permeia toda ação da Rede, o desenvolvimento, atualização e manutenção da Metodologia LILACS será realizada de forma colaborativa. Veja instruções sobre o que e como solicitar alterações, atualizações, tirar dúvidas e sugerir inclusões: Guia para colaboração com a Metodologia LILACS

Veja também