Grupos Ótimos: projeto de implantação

De Wiki.bireme.org/pt
Ir para: navegação, pesquisa

Introdução

Diante do contexto de mudança vivido atualmente pela BIREME/OPAS/OMS resultado da troca de gestão, do novo cenário mundial, da maior regulamentação e menor aporte financeiro aos órgãos de saúde internacionais e de seu consequente reposicionamento estratégico verificou-se a necessidade de fortalecer, amadurecer e desenvolver sua cultura de participação e colaboração.

A metodologia de Grupos Ótimos [1] foi escolhida como um dos instrumentos para desenvolver e fortalecer as competências necessárias para responder efetivamente a este novo contexto, mantendo seu legado e sua contribuição positiva para o desenvolvimento da saúde nos países da América Latina e Caribe por meio da democratização do acesso, publicação e uso de informação,conhecimento e evidência científica. (Veja Missão da BIREME) [2]

Esta metodologia não tem como intenção ser mais uma modalidade de grupo de trabalho, e sim, servir como norte para o desenvolvimento dos grupos atuais em grupos ótimos, considerando "grupo ótimo" como aquele que obtém o que é ótimo ou o que é mais favorável dentro de uma determinada situação.(OPAS, 2009, p.27)

Um "grupo ótimo" é caracterizado por um grupo que amadureceu suas relações e desenvolveu suas competências transformando-se em uma equipe de alto desempenho, que está preparada para responder às exigências de um cenário complexo e mutante.

Antecedentes

A BIREME/OPAS/OMS já mantém a prática de grupos de trabalho e estudo em sua rotina o que a caracteriza como uma instituição que se interessa em promover um ambiente de colaboração, bem como a socialização do conhecimento produzido por ela, não só internamente, mas também com sua rede de parceiros.

Justificativa

"O momento mais perigoso na vida das nações é o intervalo entre sistemas – quando não mais se acredita nas soluções antigas, mas os novos hábitos e instituições ainda não se firmaram." Michael Novak

Desacreditar das soluções antigas, não é necessariamente negá-las, resume-se apenas a perceber que novas estratégias precisam ser adotadas para manter a efetividade das ações anteriormente tomadas; é evoluir junto com os novos contextos que se apresentam.

Diante da nova realidade da BIREME/OPAS/OMS um novo posicionamento estratégico está sendo desenhado e precisa ser absorvido pelos colaboradores, para que estes possam contribuir efetivamente com seu sucesso.


  • Porque incentivar um ambiente participativo e colaborativo?

...

  • Porque incentivar o trabalho em grupo?

"Hoje, dificilmente alguém consegue dominar todo o conhecimento da sua área, por mais estudioso que seja. Entretanto, tal domínio é possível na equipe." (TONET et al., 2009, p. 63)

O trabalho em grupo permite a socialização dos conhecimentos de seus integrantes o que promove um ambiente de aprendizagem e contribui para o desenvolvimento de todas as dimensões humanas: racional, sensorial, emocional, cultural, espiritual. (TONET et al., 2009, p. 72)

  • Porque desenvolver competências?

"(...)entendem-se competências humanas como combinações sinérgicas de conhecimentos, habilidades e atitudes, expressas pelo desempenho profissional dentro de determinado contexto organizacional, que agregam valor a pessoas e organizações." (CARBONE et al., 2009, p. 43)

As competências estão diretamente ligadas ao desempenho, isto é, a capacidade individual e/ou organizacional de aplicá-las nas atividades diárias gerando valor econômico à organização. Portanto, quanto mais desenvolvidas as competências de sua equipe maior a capacidade de gerar valor agregado às atividades executadas por ela.

  • Porque a metodologia de Grupos Ótimos?

Esta metodologia já foi implantada com sucesso na OPAS - Representação Brasil e Equador - para a promoção de um ambiente participativo e colaborativo. Mais de 53 situações-problema foram solucionadas por meio da utilização desta metodologia.

Objetivo Geral

O objetivo da implantação dos Grupos Ótimos na BIREME/OPAS/OMS vai além do entregar soluções para situações-problema apresentadas, ela visa o desenvolvimento e aprimoramento das competências organizacionais e individuais necessárias diante do seu novo posicionamento estratégico.

Objetivos Específicos

  • Identificar situações-problema que envolvam toda a organização
  • Classificar as situações-problema de acordo com a prioridade estratégica
  • Compor um Grupo Ótimo de acordo com a situação eleita
  • Buscar melhores soluções para as situações-problema escolhidas como prioritárias
  • Identificar possíveis gaps de competências
  • Elaborar e aplicar plano de desenvolvimento de competências (hard e soft skills)
  • Avaliar o desenvolvimento dos grupos / equipes
  • Divulgar internamente os objetivos estratégicos da BIREME/OPAS/OMS
  • Disponibilizar / divulgar ferramenta de colaboração

Resultados esperados, indicadores e premissas

Resultados esperados

"Na verdade, a equipe de alto desempenho é continuamente aperfeiçoada, o que pressupõe vigília constante para garantir a curva ascendente do desempenho e evitar o risco da simples manutenção do bom desempenho já alcançado." (TONET et al., 2009, p. 73)

Espera-se contribuir para o desenvolvimento do capital intelectual da BIREME/OPAS/OMS de forma a alinhar sua aplicação com a missão e os objetivos estratégicos adotadas por ela, como consequência do fortalecimento do ambiente de aprendizagem, participação e colaboração.

Indicadores

  • Evolução do número de Grupos Ótimos ao longo do tempo
  • Percentual de partipação dos colaboradores nos Grupos Ótimos
  • Percentual de resolubilidade das situações-problema pelos Grupos Ótimos
  • Quantidade e expressividade de acesso às páginas sobre os GOs
  • Percentual de partipação dos colaboradores nas capacitações
  • Desempenho dos colaboradores nos Grupos Ótimos

Premissas

  • Encaixar e formalizar os GOs e seu papel dentro do Plano de Desenvolvimento Institucional da BIREME
  • Avaliar, aprovar e formalizar o Plano de Ação para Implantação proposta


Metodologia de implantação e macro-atividades

A implantação do projeto será realizada por meio das Macro-atividades a seguir indicadas:

Arquivo:Atividades web.png

Ilustração 1 – Plano de Atividades

Cronograma básico de atividades

--

Links

GIMGO - Grupo de Apoio à Implantação dos Grupos Ótimos

GIMGO - Grupo de Apoio à Implantação dos Grupos Ótimos

Grupos Ótimos: processo

Grupos Ótimos: metodologia

Grupo Ótimo Piloto